Título da Redação: A sociedade

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por Hugo Santt


Hoje na sociedade temos vários exemplos que o dinheiro a roupa e acessórios são as principais credências para que nós possamos viver em sociedade ,ter a permissão de contato e comunicação com pessoas de classes sócias mais altas ou até mesmo abaixo da nossa .
Lugares onde convivemos hoje devem ser freqüentados acima de tudo por pessoas bem vestidas e que possam deixar uma boa impressão o que causa uma "peneirada" em nós.
Devemos nos atentar a isso pois o mundo atual quer queira ou não proibi alguns de nós de atuarmos na politica o que deixa a situação cada vez mais difícil pois as classes baixas não recebem atenção da politica da "democracia" a não ser em época de eleição


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    A redação é quase fuga ao tema. O candidato fala majoritariamente sobre a importância de se vestir socialmente. Não há discussão explícita acerca do tema (camarotização, ou seja, a separação física por classes sociais). O que tornaria a redação tangenciamento do tema (para não dar fuga) é apenas a alusão às credenciais para se viver em sociedade. É de extrema importância a discussão explícita do tema. Além disso, há constantes desvios gramaticais, de pontuação e acentuação. A proposta de intervenção é vaga, sugere que "nos atentemos para isso", mas não há detalhamento. Atenção para o uso da primeira pessoa em textos formais. Expressões como "é preciso que a sociedade se atente", ou "uma medida possível é a atenção da comunidade" trabalham de maneira mais eficaz do que a usada pelo candidato "devemos nos atentar".

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    A redação é fuga ao tema. O candidato fala majoritariamente sobre a importância de se vestir socialmente. Não há discussão explícita acerca do tema (camarotização, ou seja, a separação física por classes sociais). Além disso, há constantes desvios gramaticais, de pontuação e acentuação. A proposta de intervenção é vaga, sugere que "nos atentemos para isso", mas não há detalhamento. Atenção para o uso da primeira pessoa em textos formais. Expressões como "é preciso que a sociedade se atente", ou "uma medida possível é a atenção da comunidade" trabalham de maneira mais eficaz do que a usada pelo candidato "devemos nos atentar".

  • Enviado por Anne Lima

    Não corresponde ao gênero, texto sem muita pontuação, falta bons argumentos e também uma proposta de solução para o problema (na conclusão).

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás