Título da Redação: A segregação camarotizada.

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por Matheus Carvalho


A sociedade Francesa em sua época de revolução vivia a imobilidade social. Hoje, vivemos um modelo com poucas diferenças, a "camarotização". Esse pode ser considerado um evento de separação ou distinção entre classes, no qual transforma os que aparentam ter menor poder aquisitivo em classes menos favoráveis, e logo, imóveis socialmente. Mas isso não é apenas a aparência, ao longo das últimas décadas se tornou um real problema devido a falta de organização governamental, em que, serviços públicos se tornaram sucateados e sem investimento. Seja na saúde, educação e até entretenimento, trazendo assim a ideia de inferioridade contra aqueles que dependem desses serviços.
É importante ressaltar que vivemos em um país que para muitos é um regime considerado democrático. No entanto, segundo Aristóteles, democracia deveria ser um regime político em que homens são iguais em tudo, e não é o que presenciamos. Recentemente a morte de um médico, esfaqueado por ladrões em um assalto na Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro, virou notícia e causou muito debate, o que gerou alguns conflitos nas redes sociais, já que, por ser um médico, foi importante e noticiado, mas quando é um senhor de classe baixa morto na esquina, vira apenas mais um número para estatística e ninguém se movimenta atrás de mudanças.
Dessa forma, cria-se o sentimento de superioridade nos que conseguem fazer parte dessa camarotização. Quando, com poder aquisitivo maior, tem mais oportunidades, colégios com melhor ensino para seus filhos, hospitais livres e sem filas para seus enfermos e até mesmo arquibancadas cobertas caso chova para assistir seu time favorito jogar. Ao contrário dos que sofrem com isso e se tornam menos favoráveis, por terem colégios sucateados, filas enormes para hospitais e poucas formas reais de entretenimento, logo, se tornando imóveis socialmente e segregados, ou seja, sem iguais oportunidades.
Fica claro, portanto, a necessidade de medidas por parte do governo e da mídia. São necessários investimentos governamentais em hospitais públicos, escolas e mais acessibilidade em locais de entretenimento, para com o tempo chegarem aos benefícios oferecidos pelos locais particulares e "camarotizados". É de extrema importância também, que a mídia torne casos da população de baixo nível social notório, para que não se crie o sentimento de inferioridade e nem de superioridade nas classes. Assim, chegaremos ao estilo democrático de Aristóteles e fugiremos da segregação social Francesa do século XVIII.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Sirleide Almeida

    Você apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, atendendo, de certa forma, à estrutura exigida com proposição, argumentação e conclusão. No entanto, nas próximas redações, sugiro que acrescente mais leituras feitas sobre o assunto proposto, é imprescindível que demonstre um pouco mais do seu repertório sociocultural adquirido durante sua vida estudantil, para tanto o autor deve expor um mais dados e opiniões, a fim de tornar a sua argumentação ainda mais sólida. Sobre a organização do texto dissertativo-argumentativo, você mostra informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, entretanto, preciso alertá-lo(a) para imprecisão no uso de algumas conjunções e sinais de pontuação que evidenciam pouca habilidade com o uso de recursos coesivos. Em algumas parte, não articula bem as ideias, pois, entre as frases e as orações existem sequências que estão apenas aproximadas e/ou incompletas, sem a utilização de pontuação, de preposições e de conjunções que garantem uma excelente junção de ideias. É imprescindível que melhore nesse aspecto, pois afeta diretamente na compreensão do seu texto. Lembre-se de que o texto dissertativo-argumentativo caracteriza-se por possuir períodos longos e habilmente articulados. Por fim, elabora uma boa proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto, aconselho que busque propostas mais detalhadas, pois, de certa forma, expõe soluções que já existem e que, por algum motivo, ainda não são eficazes. Ao refletir sobre o detalhamento das ações que serão sugeridas e ao conjecturar possíveis empecilhos, fará com que os leitores tenham maior confiabilidade naquilo que é enunciado. Ademais, continue se esforçando para alcançar seus objetivos. Bons estudos!

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás