Título da Redação: A nova configuração social do Brasil

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por Cristiane Laport


Desde a antiguidade a divisão da sociedade se apresenta graduada nas condições sociais. Na Roma Antiga: patrícios, plebeus, escravos; na Idade Média: senhores, vassalos, servos. Na atual sociedade com a influência do capitalismo novas classes sociais surgiram e vieram substituir as antigas. Para Karl Max, em toda sociedade capitalista existirá uma classe dominante e uma dominada.
A nova configuração social do Brasil demonstra uma tendência gerada pelo consumismo: a "camarotização". O crescimento do número de condomínios fechados, escolas particulares, espaços VIPS e locais diferenciados voltados ao lazer de pessoas que pagam a mais em troca de certas regalias, trouxe consequências para as relações interpessoais, como o afastamento. E em nome de uma pseudo-segurança transmitida nesses locais, o aumento do abismo social de classes.
Com apenas 50 anos de experiência democrática o país tem dificuldades de assimilar as ideias de liberdade e igualdade que a democracia traz. Isso somado ao consumismo desenfreado acarretou na substituição de espaços cívicos pelos espaços comercias, como os shoppings. Na sociedade contemporânea, os cidadãos foram transformados em meros consumidores.
No entanto, movimentos de demonstração desse aumento do poder de compras - intitulados pela mídia de "rolezinhos" - vem ganhando visibilidade. E espaços antes frequentados pela elite são ocupados por jovens da periferia, o que tem gerado desconforto para as classes ditas "mais favorecidas" e a repressão em torno de um simples passeio pode transformar-se em um movimento político.
Portanto, é preciso repensar os espaços públicos e privados no intuito de diminuir a segregação dos estratos sociais, para que as relações interpessoais sejam determinadas de outra forma que não a do dinheiro, com o auxílio de políticas públicas de conscientização da população e a intervenção do Estado em ofertas de locais e condições sociais dignas a qualquer cidadão.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    A argumentação é consistente, as partes do texto bem articuladas. O candidato demonstra domínio da modalidade escrita-padrão da língua, bem como do tipo textual dissertativo-argumentativo. O candidato demonstra domínio de mundo através das alusões à outras áreas de conhecimento. Atenção, entretanto, à proposta de intervenção, que deve ser detalhada. O candidato afirma ser preciso repensar os espaços públicos e privados, mas o que isso significa? Quais ações e projetos práticos poderiam ser tomados de modo a resolver a problemática abordada? Por quem? Por quais meios?

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás