Título da Redação: A influência da "camarotização" nos avanços da democracia

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por A.G


O avanço da democracia brasileira em 25 anos de existência concedeu ao país um grande crescimento econômico mas elevou as disparidades entre camadas sociais. A desigualdade propriamente sempre existiu na sociedade. Porém, este fenômeno ampliou demasiadamente nos últimos anos. Esta segregação alcançou um patamar que compromete os direitos básicos do livre cidadão.
O fenômeno da "camarotização" social revela-se hoje de diversas formas, contextos. Desde a onipresença das elites nos shoppings mais badalados, a segregação das massas nas periferias urbanas, também aplicando-se em redes sociais. Por uma lado, nota-se que houve um grande avanço na "cultura das massas". Entretanto, em contraponto, não obteve-se significativos avanços na redução da desigualdade social.
Analisa-se pelas teses de Adorno, filósofo da Escola de Frankfurt, grandes trabalhos sobre a cultura das massas e a aplicação em diversos contextos sociais. Ele analisou aplicações de fenômenos de ordem social, identificando como o capitalismo influenciou na captação da identidade cultural das "massas". Nota-se, por um lado, o domínio da globalização ao criar tendências universais no universo digital. Porém, esta tal polarização cultural não facilmente evidenciada na vida real pois várias são as disparidades sociais. A partir deste contexto, pode-se exemplificar a chamada "camarotização social".
A segregação dentro da sociedade repercute de maneira negativa para a qualidade de vida do cidadão. De maneira simplista, o avanço da desigualdade propicia o desenvolvimento de ressentimentos, atitudes de discórdia na relação proletariado e burguesia. O resultado do acúmulo destes sentimentos geram relações infortunas entre os cidadãos, propiciando para o ingresso de alguns na violência urbana e no tráfico de drogas.
O fenômeno da "camarotização" social concedeu a democracia brasileira um aumento das disparidades entre camadas sociais durante os últimos anos. Este movimento persiste a abalar as camadas sociais mais baixas, elevando o patamar da elite nas decisões e na concessão de oportunidades frente aos avanços da democracia.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    O texto está, em geral, bem escrito. Atenção entretanto à abordagem do tema, que deve estar sempre em primeiro plano. O candidato foca nas desigualdades sociais e pouco comenta sobre a separação física entre as classes proposta no tema. O parágrafo da citação de Adorno não está articulado com o restante do texto, que deve apresentar-se como um todo orgânico. Além disso, o texto não apresenta uma proposta de intervenção que resolva o problema abordado.

  • Enviado por Tikoo Nascimento

    Boa tarde, achei sua redação sem muita conexão entre os parágrafos. Acredito que faltou deixar claro suas ideias relacionadas a "camarotização". Enfim, apesar de não fugir do tema, faltou algo mais em relação a proposta de intervenção para o problema abordado.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás