Título da redação:

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

Tema de redação: A banalização do diagnóstico de TDAH

Redação enviada em 05/03/2018

O Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma doença neurológica, na qual o indivíduo portador, geralmente, tem dificuldade para se concentrar, é impulsivo e hiperativo. Diante disso, a falta de conhecimento a respeito dela prejudica tanto os seus portadores, que não recebem o devido tratamento, quanto outras pessoas, que não possuem o transtorno e são diagnosticadas indevidamente. O TDAH não é uma doença muito comum, visto que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), ela afeta apenas cerca de 5% da população mundial. No entanto, é de fundamental importância entender o TDAH, pois, quando não há o devido diagnóstico, a pessoa que possui essa doença sente dificuldade de se encaixar na sociedade, sendo que, normalmente, ela não consegue aprender nem se organizar como os outros. Além do mais, alguns sintomas desse distúrbio, como a impulsividade e a desatenção, também acontecem em pessoas normais, porém em menor intensidade, o que faz com que muitos utilizem a Ritalina, medicamento indicado no tratamento, indevidamente, a fim de aumentar seu potencial cognitivo. Sendo assim, o uso inadequado, sem acompanhamento médico, pode provocar sintomas com: desconforto no peito, variação de humor, batimento cardíaco irregular e, como todo medicamento, pode viciar como uma droga. Em decorrência disso, é preciso que o Ministério da Saúde realize campanhas informativas, por meio de propagandas e palestras, a respeito dessa doença, indicando a necessidade de realizar um exame minucioso para realmente constatar que o paciente tem TDAH. Ademais, é necessário também que o Ministério na Educação prepare os professores, oferecendo cursos, para desenvolverem atividades que melhorem o desempenho do aluno que possui esse problema. Dessa maneira, será possível facilitar a vida dos portadores dessa doença.