Título da redação:

O real problema

Tema de redação: A banalização do diagnóstico de TDAH

Redação enviada em 26/02/2018

Na sociedade vigente surgiram 2 milhões de novos diagnósticos de pacientes com transtorno do deficit de atenção e hiperatividade (TDAH) no Brasil, consoante a folha arte. Entretanto, com a banalização dessa doença é muito comum exames equivocados. Hodiernamente, muitas crianças estão sendo diagnosticadas com TDAH sem qualquer estudo profundo da vida delas, somente com avaliações baseadas em desempenhos e eficiências dos seus estudos. Toda via, o ideal é uma investigação social da criança para saber como ela está vivendo, se tem problemas afetivos dentro da família ou se são vítimas de violência. Portanto, com o padrão de "normalidade" definido pela sociedade muitas crianças estão sendo diagnosticadas com TDAH, sendo que os reais problemas dela seram ignorandos. Consequentemente, um diagnóstico equivocado da doença faz com que a criança seja prisioneira de uma droga, a metilfenidado, o resto de sua vida. Por conseguinte, é de sua importância para solucionar esse empecilho, o Ministério da Saúde, a reciclagem dos profissionais da saúde com cursos, palestras e oficinas para capacitá-los sobre o TDAH. Ademais, por meio das emissoras de televisão, conjuntos com a UNICEF, criarem propagandas para orientar e conscientizar os pais sobre essa doença.