Blog Projeto Redação

Os segredos da proposta de intervenção Enem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Você já deve saber que a proposta de intervenção Enem é uma das partes mais importantes da redação, não é mesmo? Isso acontece pois há, dentro das competências de avaliação, uma atribuição específica para esse fragmento do texto. 

Pensando nessa necessidade e nas constantes dúvidas dos alunos, preparamos este post para ajudar você nessa parcela muito relevante para sua nota 1000. Bora conferir?

Por que a proposta de intervenção Enem é importante? 

Como foi dito anteriormente, o principal fator de destaque da proposta de redação Enem é o fato de haver um critério de avaliação, inteiramente, destinado a ela. Dessa forma, como cada uma das competências de avaliação vale 200 pontos, esse é o valor total a ser alcançado. 

Embora pareça complicado fazer uma boa proposta de intervenção Enem, os critérios de avaliação são bem simples e consistem em seis níveis, que são: 

  • 200 pontos: Elaborar muito bem a proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
  • 160 pontos: Elaborar bem a proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
  • 120 pontos: Elaborar, de forma mediana, a proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
  • 80 pontos: Elaborar, de forma insuficiente, a proposta de intervenção relacionada ao tema, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.
  • 40 pontos: Apresentar a proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto.
  • 0 pontos: Não apresentar a proposta de intervenção ou apresentar proposta não relacionada ao tema ou ao assunto.

Por meio disso, é possível observar que sua pontuação pode variar de 0 a 200 pontos. Então, uma boa proposta pode garantir uma parcela considerável da sua nota final. 

Como fazer uma boa proposta de intervenção Enem?

O primeiro passo para uma boa proposta de intervenção é o conhecimento dos mecanismos necessários para a construção da estrutura. No que diz respeito a esses elementos, temos as seguintes características: 

  • agentes – são aqueles que são responsáveis por fazer a ação;
  • ação – é a proposta propriamente dita, o que será feito;
  • meio – é como a ação será desenvolvida (por meio de leis, por exemplo);
  • finalidade – é a parte que diz quais serão os benefícios e mudanças da ação proposta. 

Por meio do entendimento desses constituintes da proposta de intervenção Enem, você conseguirá estruturar todos os temas e garantir uma boa nota. Mas, além disso, separamos algumas dicas para você arrasar. Confira!

Utilize os GOMIFES 

Sobre o que quer dizer GOMIFES, é uma sigla que resume os possíveis agentes da proposta de intervenção ENEM, que são: 

  1. Governo;
  2. ONGs – Organizações não governamentais;
  3. Mídia;
  4. Iniciativas privadas ou indivíduo;
  5. Família;
  6. Escola;
  7. Sociedade.

Assim, você deve escolher qual desses intermediários irá utilizar para colocar em prática o que foi proposto.

1. Governo

Uma informação importante sobre esse agente é que as ações governamentais são baseadas nas três esferas de poder: 

  • legislativo: responsável pela criação e regulamentação de leis;
  • executivo: responsável por administrar o Estado; 
  • judiciário: responsável por aplicar as leis, interpretando e julgando a partir delas.

Então, é necessário que você explicite, de forma detalhada, quem fará o que foi proposto. Mais uma questão necessária é o conhecimento dos ministérios e secretarias do governo vigente, elas podem te ajudar a entender melhor quem são os responsáveis por cada área da federação. 

2. ONGs – Organizações não governamentais

As ONGs são organizações não governamentais, portanto, não possuem vínculo com o Estado. No entanto, elas atuam em várias áreas da sociedade, como educação, saúde meio ambiente, etc. Com isso, você pode destinar atuações a essas instituições. 

3. Mídia

Como detentora dos maiores meios de informação atuais, a mídia pode ser uma grande aliada na hora de fazer sua proposta de intervenção ENEM. Isso acontece pois, você pode sugerir diversas questões, como propagandas, campanhas e até melhor aliá-la a outros agentes. 

4. Iniciativas privadas ou indivíduo

Mais um agente que sempre gera dúvidas na proposta de intervenção ENEM é a esfera privada. No entanto, é interessante que você crie propostas de beneficiação das empresas e indivíduos que colaborarem com suas proposições. Isso pode ser feito por redução de impostos, por exemplo. 

5. Família

Quando pensamos em alguns temas de redação percebemos que a família pode ser utilizada como intermediadora na proposta de intervenção ENEM. No entanto, é importante lembrar que você deve destacar a existência de uma rede de apoio para essas pessoas, para que o núcleo familiar tenha estrutura para desenvolver esse auxílio. 

6. Escola

A escola, como grande influente na formação educacional e social dos indivíduos, também pode ser citada na proposta de intervenção ENEM. No entanto, lembre-se de colocar em ênfase, além dos deveres dessas instituições, como é importante o investimento de outros órgãos. 

7. Sociedade

Por fim, a sociedade que, apesar de um termo amplo, pode ser muito importante para mudanças na realidade vigente. Com isso, você pode dar exemplos de manifestações sociais nos seus argumentos e citar essa possibilidade em sua proposta de intervenção ENEM. 

Respeite os direitos humanos

Agora, além da estrutura textual, também precisamos falar sobre uma questão muito necessária sobre a proposta de intervenção ENEM: o respeito aos Direitos Humanos. Caso você desrespeite essa regra, pode ocorrer a penalização máxima, que é tirar 0 pontos na competência V, referente a proposta. 

Não fuja do tema

Assim como nas outras partes do seu texto dissertativo-argumentativo, na proposta de intervenção ENEM você também deve respeitar o tema proposto. Mais um ponto, é que seu texto deve apresentar relação entre todas as partes, logo, você precisa apresentar propostas para todas as problemáticas apresentadas anteriormente. Dessa maneira, é interessante que você crie uma proposta abrangente, que cubra todos os seus argumentos. 

Não se preocupe em resolver totalmente o problema

Outro ponto que também gera dúvidas quando falamos sobre proposta de intervenção ENEM, é a solução para as problemáticas. Embora pareça que você deve apresentar uma resolução final para o problema, isso não é necessário. 

Então lembre-se, você não precisa resolver tudo de uma vez, mas sim, apresentar ideias para enfrentar o problema de alguma forma. 

Bom, agora que você já sabe como fazer a proposta de intervenção ENEM, que tal começar a praticar? Conheça nossos planos clicando aqui e esteja cada vez mais próximo da sonhada nota 1000! 🚀

QUER GARANTIR A NOTA 1000 NA REDAÇÃO DO ENEM?

Utilize o cupom REDENEM e receba 15% DE DESCONTO nos planos do Projeto Redação!

Letícia Morais

Letícia Morais

Graduanda em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Apaixonada por livros, filmes, moda, animais e, mais ainda, por educação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

Minicurso Gratuito de Redação para o Enem

Garanta o seu acesso gratuito ao minicurso de redação para o Enem 2020.
limitado

Acesse nosso podcast TEMAS COMENTADOS

A cada semana lançaremos um podcast com um tema de redação comentado para você praticar. Rumo à #nota1000