Entenda o que são GOMIFES e como utilizá-los na redação do Enem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

A proposta de intervenção é uma parte muito importante da sua redação no Enem, principalmente por equivaler a 200 pontos na competência 5 do Enem. No que diz respeito aos elementos da proposta, sabemos que o agente é uma das principais formas de detalhamento e, também, um possível diferencial para seu texto. Por isso, entender o que são GOMIFES pode te ajudar nessa etapa de escrita. 

Ainda não sabe o que é esse truque de escrita? Calma, vamos te ajudar a aprender essa ótima forma de melhorar sua nota na redação do Enem.

O que é GOMIFES?

GOMIFES é uma sigla utilizada para denominar os possíveis agentes responsáveis pela realização da proposta de intervenção. 

Existem sete agentes que podem ser utilizados na hora de criar seu parágrafo conclusivo, que são eles: 

  1. Governo
  2. ONGs – Organizações não governamentais
  3. Mídia
  4. Iniciativas privadas ou indivíduo
  5. Família
  6. Escola
  7. Sociedade

Dessa maneira, na hora de escrever sua proposta de intervenção você pode escolher qual, ou quais, desses agentes você pretende utilizar como encarregado de executar as ações propostas. 

Assim, é só escolher qual dos GOMIFES se encaixa melhor nas soluções apresentadas no seu texto. 

Para facilitar na hora de destacar quem realizará a ação sugerida, vamos explicar melhor sobre cada possível agente, ok? 

Governo

Para não correr risco de criar uma proposta de intervenção clichê utilizando o Governo como responsável, é interessante que haja conhecimento das três esferas responsáveis por esse órgão:

  • Legislativa: responsável pela criação e regulamentação de leis.
  • Executiva: responsável por administrar o Estado. 
  • Judiciário: responsável por aplicar as leis, interpretando e julgando a partir delas.

Com essa noção dos três poderes já é possível que haja determinado aprofundamento na responsabilização do Governo. 

Também é interessante que haja entendimento sobre as divisões entre governo federal, estadual e municipal. Isso pode ajudar a detalhar melhor as proposições indicadas.

Outro passo importante na hora de aplicar essa dica é saber sobre os ministérios, que são divisões feitas pelo presidente vigente para que existam pessoas responsáveis por diversas áreas da administração do país. 

Atualmente, os ministérios, secretarias e organizações são: 

  • Ministério da Economia
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública
  • Ministério da Saúde
  • Ministério da Educação
  • Ministério das Relações exteriores
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos
  • Casa Civil
  • Gabinete de Segurança Institucional
  • Ministério da Defesa
  • Advocacia Geral da União
  • Banco Central
  • Secretaria Geral da Presidência da República
  • Secretaria de Governo
  • Ministério do Turismo
  • Ministério de Minas e Energia
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  • Controladoria-Geral da União
  • Ministério da Infraestrutura 
  • Ministério da Cidadania
  • Ministério do Desenvolvimento Regional 
  • Ministério das Comunicações 

Por meio do conhecimento da função dos ministérios é possível abordar atitudes coerentes dentro dos poderes Executivo e Legislativo. Assim, você poderá criar uma proposta de intervenção inovadora com esse agente do GOMIFES.

ONGs 

As ONGs são organizações que não possuem vínculo com o Estado, mas atuam em diferentes áreas, como saúde, educação, meio ambiente, entre outras. Isso ajuda que esses órgãos, presentes nos GOMIFES, possam ser responsáveis por diversas atuações de intervenção em problemas socioculturais. 

Por via dessas instituições você pode criar sugestões relacionadas a palestras, oficinas e até mesmo auxílio aos projetos já existentes.

Mídia

Por ainda ser o principal meio de informação atualmente, a mídia é de grande ajuda quando falamos de mudanças na realidade de uma sociedade. 

Com os mecanismos midiáticos você pode criar diversas estratégias relacionadas a campanhas, divulgações e, ainda, mostrar como pode haver maior interação entre os integrantes da sociedade. 

Isso pode ajudar a gerar maior impacto ao leitor, pois uma proposta bem elaborada, utilizando mecanismos presentes no dia a dia das pessoas, pode acrescentar muito na sua nota. 

Iniciativas privadas ou indivíduo

Mais um agente que os participante costumam ter dificuldade de utilizar nas redações é a esfera privada. Você deve estar pensando como utilizar um agente tão imprevisível no seu texto, não é mesmo? 

Uma atitude interessante a ser destacada pode ser a parceria entre órgãos públicos e instituições para melhorar um problema coletivo. Isso pode acontecer de forma colaborativa ou com incentivos governamentais, como diminuição de impostos, por exemplo. 

Sendo assim, há uma colaboração mútua entre poderes, o que pode agregar muito na comunidade trabalhada. 

Família

Em alguns temas de redação existe a possibilidade de inserir a família como executor de ações de mudança social. Esse membro dos GOMIFES, apesar de um pouco polêmico, pode ser utilizado como provedor de construções éticas, sociais e emocionais nos indivíduos. 

No entanto, é necessário ressaltar que deve haver trabalhos de base com a sociedade, para que as famílias tenham acesso a instruções e aos direitos de cidadão, como educação, alimentação e moradia, por exemplo.

Escola

Uma das principais, senão a principal, instituição de transformação social é a escola. Assim, é imprescindível conhecer como são as aplicações do federalismo dentro dessas organizações. Há divisões entre os poderes baseados em tipo de governo, podendo existir variações: 

  • Governo Federal: Cuida das universidades e regulamentações do ensino superior público e privado. 
  • Governo Estadual: É responsável pelo ensino médio e regulamentação referente a essa modalidade de ensino. 
  • Governo Municipal: Oferece ensino fundamental e regulamenta essa modalidade de ensino. 

Com essas informações você pode criar propostas que relacionem o Governo e o Ministério da educação, ou que sejam relativas apenas às escolas, como oficinas e palestras. 

Sociedade

Por fim, o último membro dos GOMIFES é a sociedade. Com base nas manifestações sociais você pode citar exemplo de revoluções de contextos indesejáveis e criar, a partir disso, formas de linkar com sua proposta, colocando esse agente como promotor de discussões e mobilizador de mudanças.

Agora que você já sabe como usar os GOMIFES na sua proposta de intervenção, que tal melhorar ainda mais a sua escrita? Confira o nosso artigo sobre como escrever uma boa redação do Enem para garantir a nota 1000!

Estude com curso de redação da prof.ª Jana Rabelo e aumente suas chances de atingir a #nota1000 no Enem!

Letícia Morais

Letícia Morais

Graduanda em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Apaixonada por livros, filmes, moda, animais e, mais ainda, por educação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

Minicurso Gratuito de Redação para o Enem

Garanta o seu acesso gratuito ao minicurso de redação para o Enem 2020.
limitado

Acesse nosso podcast TEMAS COMENTADOS

A cada semana lançaremos um podcast com um tema de redação comentado para você praticar. Rumo à #nota1000