Blog Projeto Redação

9 dicas de como estudar para o Enem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Saber dicas de como estudar para o Enem é uma tarefa bem complicada para muitos estudantes, pois o exame possui uma demanda diferente do que os estudantes estão acostumados durante o ensino básico. Embora o conteúdo seja referente ao ensino médio, a maior parte dos estudantes têm certa dificuldade em se preparar.

Sabendo dessas dúvidas, preparamos este artigo com 9 dicas de como estudar para o Enem, que vão ajudar você a se planejar, cada vez melhor, para ele. Bora conferir!

1. Conheça diferentes métodos de estudo

O primeiro passo a ser feito quando pensamos em dicas de como estudar para o Enem é conhecer diferentes métodos de estudo. Para isso, você deve se conhecer melhor e, também, seu processo individual de aprendizagem. Isso quer dizer que, mesmo que você veja metodologias que pareçam muito eficazes, elas nem sempre vão ser interessantes para todos.

Mas, para ajudar a entender melhor sobre essas metodologias, veja alguns exemplos a seguir: 

Técnica Pomodoro

Esse método consiste, basicamente, na divisão do seu tempo entre estudo e descanso. A recomendação é que seja utilizado um período para estudos, sendo recomendado 25 minutos, em média, e, depois, um intervalo, que pode ser de 5 minutos. 

A partir dessa técnica, você pode fazer adaptações e testes, para descobrir como esses períodos funcionam para você. 

Intercalar matérias

Mais uma forma interessante de absorver melhor os conteúdos é intercalar as matérias de acordo com os dias e horários, para que o aprendizado não se torne muito exaustivo. Portanto, essa divisão pode ser feita a partir da alternância entre matérias, seguindo o seguinte padrão: se você tem mais facilidade em português, por exemplo, é só colocar esse conteúdo no mesmo dia de outra matéria que você tenha mais dificuldade. Com isso, você ameniza o cansaço no processo de aprendizagem. 

Autoexplicação

A autoexplicação é um dos melhores métodos para fixação da aprendizagem. Por meio dessa estratégia, você pode perceber se tem dúvidas que ainda persistem e treinar formas de entender melhor os conteúdos. 

Você também pode explicar esses conteúdos para outras pessoas, até mesmo amigos que estão estudando o mesmo conteúdo que você. Isso não precisa significar a elaboração de uma aula chata, mas a aplicação de atividades descontraídas. 

2. Faça um cronograma de estudos

Após entender melhor sobre suas necessidades e como estudar para o Enem com efetividade, é hora de começar o planejamento. Para isso, você deve montar um cronograma de estudos. A partir dele, você vai estipular estratégias para dividir melhor o conteúdo e não se sobrecarregar. 

Portanto, sempre respeite seu tempo de descanso e considere momentos de lazer. Além de aprendermos os conteúdos, é necessário cuidar do bem-estar e saúde mental. Por isso, siga as dicas a seguir: 

Organize seu tempo

Para você ter o tempo como o seu aliado, você deve observá-lo. Isso mesmo, você deve perceber e analisar como você lida com o tempo do seu dia. Tudo isso, apesar de parecer complexo, é muito simples, basta seguir as seguintes dicas:

  1. Monte um quadro de horários;
  2. Liste quais são as suas atividades diárias (não se esqueça de anotar quando vai dormir e quando for acordar, pois isso também faz parte da sua rotina);
  3. Marque os horários que restaram, serão eles os momentos de estudo.

Faça um planejamento de disciplinas

Para fazer um bom cronograma de estudos você deve selecionar as matérias que precisam ser estudadas, depois, assinalar quais devem ser priorizadas. Com os conteúdos em mãos, dê mais atenção aos assuntos que você tem mais dificuldade e aos que têm maior peso na prova que você vai prestar.

Após esse processo de indicar os horários para cada um desses conteúdos, é hora de preencher o restante do quadro com as matérias que você tem menos dificuldade.

3. Faça simulados

Após se programar, é hora de colocar a mão na massa! Para isso, uma das dicas mais interessantes de como estudar para o Enem é fazer simulados e exercícios. A partir deles, você poderá ter uma análise do seu desempenho, saberá o que tem mais dificuldades, irá se adaptar à estrutura da prova, por ter contato com questões no mesmo modelo e aprenderá a lidar melhor com o tempo e elaborar as melhores estratégias para a resolução das questões. 

4. Faça resumos

Existem diversos tipos de metodologias quando pensamos em como estudar para o Enem, mas uma das principais são os resumos. Eles são peças muito relevantes para memorização e revisão do conteúdo. Então, sempre considere diferentes tipos e formas de criar resumos para te ajudar. 

Faça marcações nos textos

Em primeiro lugar, para criar bons resumos, você deve fazer marcações nas partes mais importantes do material estudado. Isso ajudará, principalmente, a selecionar melhor o conteúdo, para facilitar a memorização. 

Crie um esquema de cores

Além disso, os estímulos sensoriais também são de grande relevância na hora de fazer resumos. A partir de recursos visuais, como esquemas de cores, você consegue fazer hierarquizações das informações.

Também é mais fácil criar divisões esquematizadas. Isso auxiliará não só na feitura do resumo, como quando precisar retornar sua consulta de informações. Assim, você poderá dividir as informações por cores e fazer, até mesmo, legendas.

Faça mapas mentais

Assim como os resumos e os esquemas de cores, os mapas mentais também são formas de síntese e podem auxiliar na memorização visual. Logo, eles fazem com que você possa hierarquizar as informações e colocá-las em uma estrutura visualmente agradável

5. Durma bem

Apesar dessa dica não parecer ter tanta relação de como estudar para o Enem, o sono é uma das principais formas de melhorar a concentração e se manter emocionalmente e fisicamente descansado. Isso pois, enquanto você dorme acontecem diversos processos metabólicos que são importantes para se preparar para os estudos. 

6. Pratique exercícios físicos

Além do sono, os exercícios físicos também são relevantes para se preparar para o exame,. Então, considerando os conteúdos teóricos, foque em melhorar sua resistência física para as muitas horas de prova. 

Alguns exercícios são bem recomendados para o aumento da resistência,. São eles: 

  • Corrida;
  • Natação;
  • Andar de bicicleta;
  • Pilates;
  • Polichinelo;
  • Agachamento;
  • Pular corda;
  • Step;

7. Conheça os principais conteúdos 

Bom, assim como no planejamento, saber o que cai no exame é essencial para entender como estudar para o Enem. Isso se dá devido à grande abrangência de assuntos, o que pode dificultar e tirar seu foco de pontos importantes. 

Além disso, você deve conhecer sobre a estrutura da prova, que é aplicada em dois domingos consecutivos e possui 180 questões de múltipla escolha e uma redação. Elas são divididas da seguinte forma: 

Primeiro dia de prova

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias – 45 questões de múltipla escolha;
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias – 45 questões de múltipla escolha;
  • Redação – Prova de escrita para o gênero textual dissertativo-argumentativo..

Segundo dia de prova

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias – 45 questões de múltipla escolha;
  • Matemática e suas Tecnologias – 45 questões de múltipla escolha;

8. Estude redação

Para finalizar, quando pensamos em como estudar para o Enem, sempre vem a redação em nossas mentes. Isso acontece devido à grande relevância desta parte da prova. Isso acontece pois na redação, o estudante tem a única chance, dentre os conteúdos, de tirar nota máxima. 

Em relação ao modo de avaliação da prova textual, temos cinco competências. A partir desses critérios, você irá entender melhor o que será esperado em seu texto

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa; 
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Competência 3:  Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Competência 4: Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; 
  •  Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema apresentado, respeitando os Direitos Humanos e a diversidade sociocultural;

9. Utilize plataformas de correção online

Além disso, uma ótima dica é utilizar plataformas digitais de correção, que podem contribuir muito com a melhora no seu desempenho. 

Por meio delas, você consegue perceber todos os seus erros e receber um feedback de profissionais qualificados para esse tipo de trabalho. 

Um exemplo disso é o Projeto Redação, que é uma plataforma de correções de texto online, que foi criada em 2015 para auxiliar os estudantes no processo de estudo. Desde o início, é oferecido um serviço de qualidade, sem custos elevados. Isso ajuda muito para uma educação com mais equidade. No que diz respeito ao funcionamento, temos:

  • Cadastre-se gratuitamente na plataforma;
  • Conheça os temas;
  • Escolha o plano que se encaixa melhor nas suas necessidades;
  • Escreva um texto, usando o editor de textos online da plataforma ou envie  fotos do seu texto;
  • Solicite sua correção.

Este foi nosso artigo sobre dicas de como estudar para o Enem. Quer saber mais sobre o exame? Leia o próximo artigo sobre como fazer uma boa redação no Enem e esteja cada vez mais próximo da tão sonhada vaga no ensino superior!

Confira o relatório de assuntos mais cobrados no Enem e entenda quais conteúdos você precisa estudar para garantir a sua vaga na universidade!

Letícia Morais

Letícia Morais

Graduanda em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Apaixonada por livros, filmes, moda, animais e, mais ainda, por educação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

Minicurso Gratuito de Redação para o Enem

Garanta o seu acesso gratuito ao minicurso de redação para o Enem 2020.
limitado

Acesse nosso podcast TEMAS COMENTADOS

A cada semana lançaremos um podcast com um tema de redação comentado para você praticar. Rumo à #nota1000